Logo ADRCS Ricanato Horizontal.png

O Capital Futebol Clube, que nasceu como Ricanato em 2012, teve como objetivo desenvolver um trabalho social com jovens atletas da Região Sul de Palmas. Porém no seu primeiro trabalho conquistou o título estadual Sub 20, abrindo portas para projetos e desafios maiores, como os desenvolvidos nos últimos 10 anos.

A criação da Associação Desportiva Recreativa Cultura e Social Ricanato, veio para resgatar o objetivo social do Grupo Ricanato em trabalhar com projetos sociais ligados ao futebol com a população moradora dos diversos loteamentos implantados pela empresa e no seu entorno.

A Associação Desportiva Recreativa Social e Cultural Ricanato se empenha em estimular e assegurar o acesso ao esporte e lazer a todos os tocantinenses. Assim o faz por entender que a prática adequada de atividades esportivas contribui para o bem estar e a saúde da população, bem como é um importante mecanismo de inclusão social.

Apesar de estarmos em uma capital, em várias regiões da cidade se encontram famílias em condições precárias, tendo muitas vezes a esperança da melhoria da qualidade de vida depositada em suas crianças e adolescentes. Essa esperança se dá ao passo que os mesmos possam estudar e ingressar numa faculdade ou mesmo firmar carreira na área esportiva, em especial o futebol. Esse caminho pode ser desviado do jovem caso o mesmo não tenha uma atividade paralela a escola que o afaste das más companhias e consequentemente das drogas.

 

Neste contexto a atividade esportiva é um forte aliado em ocupar o tempo ocioso destas crianças e adolescentes, além de se caracterizar como uma pratica saudável e que lhe auxiliará no desenvolvimento físico e social, além de auxiliar na saúde mental no período Pós COVID 19.

 

Pensando nisso a ADRCS Ricanato criou em 2020 o projeto Pegada de Craque, que terá fundamental importância neste sentido, pois atenderá 1 núcleo localizado na região sul de Palmas para atender até 500 crianças e adolescentes da localidade que serão determinados mediante pesquisas socioeconômicas de cada setor e onde foram diagnosticados aqueles com maior risco social.